Projeto: Idoso, um ser de direitos

O que é?

É um projeto que acontece no mês de setembro na escola municipal de ensino fundamental I Dr. Fernando Guilhon (Tomé-açu / Pará).

A escola Fernando Guilhon, assim como outras escolas, trabalha normalmente os conteúdos das disciplinas da grade curricular: Português, Matemática, etc. Mas em seu calendário letivo de janeiro a dezembro há temas selecionados e aprovados pela equipe direção, coordenação e docentes, que são trabalhados a cada quinzena. O projeto em pauta acontece na segunda quinzena de setembro.

Qual o objetivo?

Alguns objetivos são estabelecidos no projeto, mas o principal destes é o fomento ao respeito e valorização do idoso.

O que se espera que as crianças aprendam?

Que possam entender, compreender e valorizar o idoso como pessoa tão importante quanto a criança e o adolescente, e que possam exercitar essa valorização na prática tanto com os seus idosos (da família) quanto os outros da cidade.

Como se dá na prática o projeto?

Estando os docentes já cientes do calendário /temas , Eu, coordenadora organizo as linhas gerais do projeto com sugestões metodológicas norteadoras, alguns conteúdos e textos referente ao tema, indica sites para pesquisa para os docentes e também sites onde estes podem indicar como fonte de pesquisa aos alunos. Mas ressalto no mesmo documento que as orientações são sugestivas e que cada professora, partindo do tema e dos objetivos , façam suas próprias sequências didáticas de acordo com o nível de entendimento de sua turma e trabalhe da melhor forma possível. Recomendo que as docentes troquem informações constantemente para troca de ideias, matérias, etc.

Durante a quinzena cada docente vai trabalhando aos poucos o tema com sua turma: assistem a vídeos, fazem leituras de textos, roda de conversa. Os alunos do 5º ano fazem leitura dos direitos do idoso (direto no estatuto do idoso) e fazem leituras em grupo de situações que ferem o direito do idoso, realizam pesquisas acerca de idosos importantes do mundo e de nossa cidade, poemas para idosos, produção de textos a partir de entrevistas com idosos residentes em suas casas, etc.

Como finaliza o projeto?

Em data combinada, geralmente na última sexta-feira do mês de setembro todas as turmas, são organizadas na área coberta da escola para apresentarem o que estudaram /o que aprenderam em sala de aula. Geralmente apresentam resultados proveitosos e comprovados em suas exposições orais, cartazes, murais. Esses momento quase sempre duram entre uma a duas horas. Um diferencial é que a escola convida pessoas idosas para participação da culminância.

Registros da edição 2013

Foram convidados alguns idosos que tiveram trabalhos de grande importância no nosso município. Foi organizada uma mesa para os convidados. Organizamos a mesa onde os idosos

se acomodaram; A direção e coordenação fizemos a abertura do evento explicando aos idosos o projeto e seus objetivos; em seguida cada turma apresenta o que estudou, o que aprendeu e sua produção final. Em seguida cada idoso recebeu das mãos das crianças um certificado simbólico PESSOA IMPORTANTE DE TOMÉ-AÇU.

O que a escola ganha com isso?

Há algum tempo não ousávamos convidar pessoas idosas para qualquer evento na escola, pois corríamos o risco de que algum aluno pudesse rir, vaiar…Porém, depois de ações voltadas para o assunto e principalmente o referido projeto, hoje já temos mais tranquilidade em eventos que envolvam idosos.


Maria do Socorro Mendes Pereira

Coordenadora pedagógica da E.M.E.F.Dr. Fernando Guilhon, Tomé-açu/Pará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *