Projeto: Álcool também é Droga

José Ribamar Roseno de Araújo, estudante de Pedagogia, como dependente químico de álcool inativo faz questão de servir de exemplo levando informações nas escolas para adolescentes e jovens que desconhecem que o alcoolismo é uma doença.

Em seu projeto pretende detectar qual a relação dos alunos com o alcoolismo, já que este é a porta de entrada para todas as outras drogas, deixando claro que é fundamental prevenção e conscientização acerca do problema dentro da sala de aula, assim como nas famílias.

O desafio do seu projeto é a luta pela valorização da vida como um bem social a serviço da construção de uma sociedade mais digna e fraterna.

A proposta consiste em conscientizar os alunos sobre o perigo do álcool e das drogas, alertando e orientando sobre os danos causados na família e na sua saúde, sendo ela física, mental, moral, física, psicológica e psicossocial.

Segundo relatos constantemente difundidos na mídia, os traficantes estão por aí recrutando menores para o tráfico de drogas, e está cada vez mais difícil orientá-los. Há necessidade de uma prevenção quando se trata de álcool ou drogas, porque um leva até o outro.

Através do projeto enfatiza-se que o álcool mata aquele que o consome e, principalmente, aquele que não consome e que muitas vezes não tem relação com o alcoolismo do outro, pois é corriqueiro que sempre surgem novas vítimas inocentes.

Objetivos do projeto:

  • Orientar os educandos que o alcoolismo é uma doença que mata, e que através dele pode se adquirir outras doenças.
  • Mostrar a realidade ao educando sobre a discriminação com o doente alcoólico e o desconhecimento da sociedade em geral sobre a doença, pois muitos acham que o alcoólatra em si não é doente.
  • Alertar adolescentes e jovens que o álcool é a porta de entrada para qualquer outro tipo de drogas existente no mundo, causando danos devastadores na vida das pessoas.
  • Mostrar ao educando sobre o perigo que ingestão de álcool representa para a saúde de quem está ingerindo e para aqueles que não ingere a bebida alcoólica, pois um indivíduo quando ingere álcool fica incapacitado de realizar tarefas manuais ou intelectuais seja em casa ou no trabalho com competência e qualidade.

PÚBLICO ALVO: Roseno leva o projeto aos alunos do ensino fundamental II, ou especificamente alunos do 7º ao 9º ano e EJA (escolas de jovens e adultos) em Imperatriz – MA.

ESTRATÉGIAS E PREVENÇÃO

Estimular os alunos através de vídeos educativos e panfletos informativos sobre o alcoolismo, alertando sobre a lei de nº 8069/90 de 13 de julho de 1990 do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) que proíbe a venda de bebida alcoólica a menores.

PERGUNTAS NORTEADORAS

  • De que maneira podemos reduzir o alcoolismo no Brasil?
  • Por que muitas pessoas se viciam no álcool?
  • Qual motivo levam essas pessoas a se viciarem no álcool?
  • A família é uma boa escola no sentido de incentivar o uso da bebida alcoólica?
  • Em festas familiares sempre tem bebidas alcoólicas?
  • Em aniversário de crianças quem comemora é o aniversariante ou os adultos quando existe bebida alcoólica na festa?

RECURSOS UTILIZADOS NAS ESCOLAS

SLIDES – para apresentação do projeto, para esclarecer com mais contundência.

VÍDEOS – para mostrar a realidade sobre as causa que o álcool traz para as famílias afetadas.

PANFLETOS IMPRESSOS – distribuídos para os alunos depois das palestras para fins informativos.

DATA SHOW – para maior esclarecimento sobre o assunto discutido.

CAIXA DE SOM E MICROFONE– para uma apresentação de qualidade onde todos ouçam e entendam.

FINANCEIRO – Necessário para a compra de materiais e alugueis se necessário, conforme a demanda, para que o projeto tenha mais lucidez.

A IMPORTÂNCIA DO ACOMPANHAMENTO AOS ESTUDANTES

A demonstração de interesse pela vida escolar dos filhos é parte fundamental em seu processo de aprendizagem. Ao perceber que pais e família se interessam e se preocupam por seus estudos e por suas experiências escolares a criança se sente mais valorizada, desenvolvendo-se de forma mais segura e com boa autoestima.

É muito importante que pais e/ou responsáveis fiquem atentos na vida escolar de seu filho, para que eles não se envolvam com coisas erradas e, principalmente, que não entrem para o mundo das drogas, dentre elas citamos o álcool devido a sua facilidade em ser adquirido.

METODOLOGIA

Ao observar a grande demanda de pessoas que sofrem com a doença do alcoolismo e buscam ajuda, a proposta é uma prevenção através do diálogo com jovens, para que compreendam os perigos que correm.

São abordadas as doenças causadas pelo uso do álcool:

  • hepatite ou cirrose hepática,
  • impotência ou infertilidade,
  • o infarto, a gastrite e a pelagra.

Todas essas doenças causam até a morte daqueles que utilizam o a bebida alcoólica como rotina da vida.

A busca pelo conhecimento é condição sine qua non para compreender os paradigmas sociais e culturais que fazem presente no âmbito educacional, e é neste contexto de construção, de busca de respostas para situações cotidiana da educação é que a se idealizou o projeto.


José Ribamar Roseno de Araújo, estudante de Pedagogia.

Contato: rosenoarauujo@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *