10 conselhos úteis para a retomada das aulas presenciais

1- Não ignore o fato de que quem vai governar a retomada é o professor. 100% do foco do retorno tem que ser dele.

2- Quando o assunto for conteúdos, não se esqueça de que sem base não há aprendizagem orgânica. Isso quer dizer que a escola precisa garantir primeiro o resgate dos conteúdos atrasados e o conserto dos conteúdos incompletos ou construídos equivocadamente. Isso, antes de iniciar novo ano letivo.

3- Não adianta voltar às pressas, sem preparar a equipe, sem ouvir os pais e (re)conhecer os alunos. Lembre-se você trabalha com seres humanos.

4- Toda escola tem um ecossistema de funcionamento. Observe qual é ou qual será o da sua escola no retorno. Não tente copiar respostas de outros ecossistemas.

5- O gestor educacional pensa respostas rápidas, mas é o professor que pode ter as respostas claras. Acalme o afobamento do seu gestor quando houver necessidade.

6- A alfabetização tem que ser a prioridade. Salas extraordinárias só com quem não está alfabetizado, independente da série. Dois professores por sala, no mínimo. Um só para conduzir e outro para apoiar particularmente os alunos. Material alternativo e currículo adaptado.

7- A volta do aluno especial para a sala regular precisa ser avaliada em cada caso. Lembre-se (re)adaptar um aluno especial numa sala onde os demais estão emocionalmente frágeis e pedagogicamente atrasados, pode ser um risco para o atípico.

8- Cuidado com as apostilas, os livros didáticos e os manuais. Eles, verdadeiramente, não são necessários agora. O foco é no aluno. Saber como ele chega, o que ele traz e o que está precisando. Atenção aos olhos brilhando na sua frente. Esqueça os sumários.

9- Faça uma semana inteira dedicada ao acolhimento: roda de conversa, bolo de cenoura com cobertura bem grossa de chocolate, filme, pipoca, poesia, teatro, faz de conta, show de talentos, momentos espirituais, momentos descalços, expressão corporal, psicomotricidade, pintura corporal, preparação de surpresas, escrita de bilhetes, faça escuta, olhe nos olhos, cante e dance com seus alunos. CUIDADO, AMPARO E AFETO.

10- Seja delicado. Seja delicada. Educar é um ato de persistir, mas com delicadeza.


Prof. Dr. Geraldo Peçanha de Almeida é psicanalista. É pedagogo pela UNESP-Universidade Estadual Paulista, de São Paulo. Mestre em Teoria Literária pela UFPR – Universidade Federal do Paraná e Doutor em Crítica literária pela UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina. É autor de mais de 70 livros, entre infantis, livros para educadores, livros para pais e livros de autoconhecimento.

Tem trabalhos internacionais com professores e crianças na Alemanha, Itália, Áustria, Bolívia e no Japão. Implantou na África, em Moçambique, um Programa de Leitura e escrita. Fez estudos de aperfeiçoamento em Educação Especial em Cuba. Tem 25 anos de experiência em educação de crianças e jovens e faz palestras em todos os Estados do Brasil. Atualmente fundou o Projeto Pólen, em Curitiba no Paraná, do qual é diretor. Em 2020 passou a integrar a Academia Internacional de Literatura Brasileira, com sede em New York, onde tem Paulo Freire como patrono. www.geraldoalmeida.com.br

Compre qualquer livro de Geraldo Peçanha de Almeida com 20% de desconto! Utilize o código: paty2021  www.wakeditora.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *